entenda qual a rede social mais adequada para o seu negócio

Hoje contamos com muitas redes sociais de maneira que é difícil saber qual é a mais adequada. Por essa razão, redigimos este artigo com a finalidade de entender quais são as ideais para a sua empresa.

Afinal, você não precisa estar presente em todas as redes. Além de ser muito trabalhoso, é importante ter conta naquelas que combinam com o perfil da sua empresa e que contem com a participação do seu público.

Aliás, vale dizer também que cada rede tem o seu formato próprio, de modo que a maneira como se publica no Facebook não é a mesma do Instagram e, muito menos, do LinkedIn, por exemplo. Saber essa diferença é fundamentalmente estratégico no marketing digital.

Devo fazer marketing digital ou redes sociais?

Na realidade, as redes sociais fazem parte do plano de marketing digital, que usa meios online para aumentar a força da marca de uma empresa, atrair o público certo e ampliar as chances de venda de seus produtos ou serviços.

Para que esse trabalho seja feito, o principal canal é o site, que ora pode ser promovido via links patrocinados do Google Adwords ora pode captar visitantes de forma orgânica por meio do SEO.

Ter muitas pessoas visitando e conhecendo a sua marca na web é o primeiro passo para o sucesso. Em seguida é necessário ter um maior relacionamento com o seu público, o que pode ocorrer tanto pelo e-mail marketing quanto pelas redes sociais.

Logo, as redes sociais não devem substituir as demais ações de marketing digital, pois elas fazem parte do seu planejamento.

Quais redes sociais devem ser inseridas no plano de marketing digital?

O primeiro passo é escolher as redes em que a sua empresa estará presente e, para isso, você deve identificar em quais delas o seu público ideal está e que tipo de conteúdo pode ser oferecido a ele.

Se tiver dúvidas, não hesite em fazer uma pesquisa com clientes e pessoas que tenham interesse nos seus produtos ou serviços, para saber quais redes elas usam diariamente.

Aliás, também é importante lembrar que as redes sociais requerem dedicação, periodicidade e publicação de conteúdos de qualidade. Por isso, é essencial guardar um tempo na agenda para trabalhar as redes.

Agora veremos as principais características de cada uma delas.

Facebook

É a maior rede social do momento, contando com mais de 100 milhões de usuários no Brasil. Assim, não importa qual seja o seu tipo de negócio, ele precisa estar no Facebook.

Porém quem está iniciando nessa rede costuma cometer um erro: criar um perfil ao invés de uma página. Isso vai contra as políticas do Facebook, além de ser uma ação inadequada, pois perfis são voltados às pessoas, enquanto páginas são destinadas a empresas. Por isso, assegure-se de criar uma fanpage.

Outro ponto que deve ser levado em conta: publicações orgânicas costumam ser menos vistas pelo seu público. Por isso, capriche nos conteúdos e não abra mão de impulsionar algumas delas via Facebook Ads.

Instagram

Uma das principais características do Instagram é o seu atrativo visual. Por isso, é usado por muitos profissionais que trabalham com moda, fotografia, e afins. Além disso, por ser uma rede social jovem, sugerimos que trate de estar presente nela, caso o seu público também esteja.

Como o apelo imagético deve prevalecer nas postagens, escolha boas imagens para as suas publicações. O Instagram conta com uma série de filtros que podem embelezá-las ainda mais.

Trate também de inserir em torno de 100 a 200 caracteres em cada postagem, além das hashtags que podem gerar maior alcance e número de curtidas.

LinkedIn

LinkedIn é a maior rede social profissional do planeta, sendo, portanto, um ótimo canal para geração de leads qualificadas, ou seja, pessoas com possíveis interesses ou afinidades comerciais com o seu negócio (caso ele seja B2B).

O primeiro passo é criar uma página empresarial dentro da rede e publicar conteúdos relevantes que podem variar desde blog posts até apresentações.

Para que o engajamento seja ainda maior, participe de grupos que tenham relação com o seu negócio. Assim, além de conhecer pessoas que possam ter interesse pelo que a sua empresa oferta, você ainda se posiciona como autoridade dentro do seu segmento.

YouTube

Vídeos são um meio mais dinâmico para produção de conteúdos, por isso há pessoas que preferem assisti-los a ler um blog post, por exemplo. E como o YouTube é o maior site de vídeos do globo, ele pode trazer bons resultados à sua empresa.

Além desse poder de engajamento, o YouTube também possui presença forte nos buscadores. Por isso, é comum que, ao fazer uma pesquisa no Google, alguns resultados da primeira página sejam vídeos.

Para que isso aconteça, é necessário pensar em boas práticas de SEO ao publicar um vídeo. Tanto título quanto descrição devem conter uma palavra-chave específica, além de tags para facilitar a busca dentro do próprio YouTube.

Twitter

De todas as redes sociais, o Twitter é uma das mais simples, porém, mais apropriada para a comunicação entre as pessoas. Essa é a razão pela qual gera um volume diário grande de tweets.

Logo, essa rede é a mais adequada para ter contato direto e rápido com o seu público, por isso algumas empresas o utilizam como serviço de SAC.

Ao publicar um tweet, tenha em conta de que as mensagens têm um número limitado de caracteres, os quais são exibidos em tempo real. Portanto, se o seu público consumir muito conteúdo, trate de postar com frequência no Twitter.

O que é importante após selecionada a rede social ideal?

Agora que você conhece as principais redes sociais, pode escolher as ideais para a sua empresa. Porém não se esqueça de algo muito importante: monitore-as para saber quais são os resultados.

Algumas redes possuem ferramentas de análise próprias para que você examine quais curtidas, compartilhamentos e outras interações tiveram. Há, também, outras como o HootSuite, que gera relatórios de mais de uma rede social.

Quais redes sociais você usa na sua empresa? Deixe um comentário e nos conte mais sobre como tem sido a sua experiência!