Gifs do Instagram - Projetual

Se você segue o Instagram da Projetual (@projetualcomunicao) conseguiu acompanhar desde o lançamento dos GIFs na rede social, no fim de janeiro, até a retirada da ferramenta nos últimos dias. A animação que eles causaram acabou rápido quando de repente todas as figurinhas sumiram, sem sabermos o porquê.

O motivo foi revelado em alguns canais de comunicação, como o TechCrunch. Depois do efeito das denúncias de vários usuários, tanto o Instagram e Snapchat – que passou a ter integração com os GIFs no fim de fevereiro -, desativaram a funcionalidade.

O motivo da retirada dos gifs do Instagram e Snapchat

Escondido na divertida ferramenta dos gifs do Instagram e Snapchat estava um problema bastante grave. Usuários encontraram uma animação com conteúdo racista explícito e prontamente fizeram denúncias que viralizaram nas redes sociais.

Nos flagrantes, usuários exibiram prints do GIF problemático (abaixo). A figurinha, além de exibir uma forma extremamente ofensiva de se referir às pessoas negras, também ironiza a ocorrência de crimes raciais. Não precisamos nem enfatizar o quão problemático é isso.

GIFs do Instagram
Usuário que percebeu o GIF ofensivo pede para que Instagram se desculpe. O site TechCrunch, que denunciou o conteúdo em seu site, embaçou a palavra ofensiva nesta imagem. Reprodução / TechCrunch.

 

Quem não esteve ligado em canais de comunicação de liga inglesa, que exploraram o problema, demorou para captar o real motivo do problema.

A questão bastante grave foi, ao que tudo indicada, resultado de um descuido. Os gifs do Instagram e Snapchat pertencem, na verdade, ao GIPHY, a plataforma mundial com milhões e milhões de animações em seu acervo.

As redes sociais firmaram parceria com o GIPHY para incluir a ferramenta de GIFs em seus apps. Quando a pessoa procurava um GIF para enfeitar uma foto ou vídeo no Instagram, ela estava, na verdade, fuçando pelos destaques do acervo do GIPHY.

Comunicados das redes sociais

Tanto o Instagram quanto o Snapchat alegaram ter desabilitado a conexão com o GIPHY assim que souberam da existência do GIF ofensivo.

Um porta-voz do Instagram aparentemente disse ao site TechCrunch que “esse tipo de conteúdo não tem lugar no Instagram. Nós paramos nossa integração com o GIPHY enquanto eles investigam o problema”.

O Snapchat afirma, apesar de tudo, que todos os GIFs inclusos na integração deveriam ter censura para menores de 13 anos. No entanto, o tipo de filtro realizado aparentemente se mostrou incapaz de proibir conteúdo de grave ofensa, que não deveria estar lá independente do tipo de classificação.

O GIPHY emitiu uma nota se desculpando e assumindo responsabilidade pelo erro. Segundo a empresa, um problema na moderação dos filtros de conteúdo fez com que esse GIF passasse a ser disponibilizado. Afirmou ainda que está revisando manualmente todos o conteúdo do site para se certificar de que não aconteça nada do tipo novamente.

gifs do instagram - Projetual
Integração permitia que usuário escolhesse entre GIFs do GIPHY para enfeitar suas imagens e vídeos. Reprodução / TechCrunch.

Esse problema lança luz em um outro: a dificuldade que as redes possuem ou podem enfrentar em buscar integrações entre as plataformas. Caso uma delas erre, ambas podem ser prejudicadas e, pior de tudo, prejudicar seus usuários.

Ainda não sabemos quando os GIFs vão voltar. É provável que logo, mas não conseguimos saber qual será sua disponibilidade, abrangência e aceitação popular depois que essa falha foi percebida.

A Projetual com certeza vai ficar ligada nesse assunto e outras novidades semelhantes. Se você quer ficar por dentro de tudo que acontece nas redes sociais e no mundo do marketing digital, continue acompanhando nossos canais! Além do blog e Instagram, também temos nossa fan page e canal no Youtube.


Por redação Projetual.