O que são e como funcionam os marketplaces
Você pode ainda não saber o que são ou como funcionam, mas provavelmente já cruzou com um deles. Os marketplaces (lugares de mercado/comércio, em tradução livre), são hoje uma plataforma comum entre muitos sites que vendem produtos variados. Já falamos eles aqui em nosso blog, mas vale a pena agora revisitarmos esse assunto. Diferente de um e-commerce, onde uma empresa específica divulga e comercializa seus próprios produtos, em um marketplace existe a presença de diversas empresas que divulgam seus produtos em um único portal de vendas. No Brasil, esse tipo de plataforma é utilizada desde 2012. Sites como Americanas, Submarino, Amazon, Walmart, entre outros, são marketplaces, anunciando e vendendo produtos de diferentes lojas através de seu próprio site.

Vantagens para quem anuncia e quem compra

Para quem anuncia em um marketplace, uma das principais vantagens é a visibilidade. Esses sites de venda já são consolidados entre seu público, e têm a credibilidade e autoridade necessária para atrair diferentes interessados. Quando divulgados nesses sites, aos olhos dos clientes os produtos se tornam mais seguros. Para quem quer realizar uma compra é muito mais fácil confiar em sites já conhecidos, com mecanismos que evitam fraudes e a atuação de hackers, entre outros fatores. Dessa forma, é muito mais fácil criar clientes fiéis, que irão procurar através de marketplaces os seus produtos e estarão confiando em sua marca. Para quem compra, além de tudo isso, existe a vantagem de conseguir comprar diversos produtos de diversas lojas diferentes, aproveitando as melhores ofertas, e ainda realizar apenas um pagamento, que irá agregar todos os produtos. Essa praticidade atrai muitos consumidores para um marketplace.

Cuidados antes de divulgar em marketplace

Por mais maravilhoso e infalível que parece ser anunciar produtos em marketplaces, existem algumas coisas que qualquer anunciante precisa saber. A começar pela maneira em como esses sites "ganham" em anunciar produtos de diferentes lojas, ou seja, a comissão. As comissões costumam variar entre 9,5% e 30% do valor da venda. Sabendo essa informação, o anunciante precisa avaliar se o lucro em cima do produto e do total agregado das vendas valerá a pena conceder essa parcela de comissão para o marketplace. Sabendo todas essas informações do marketplace em que será realizado o anúncio, também é importante verificar o prazo de retorno das vendas. O prazo costuma variar entre 2 e 45 dias depois do pagamento ou da entrega do produto. Esteja atento. Depois de considerar isso, conhecer as informações sobre a plataforma - políticas, termos de compromisso, etc. -, é ideal realizar uma análise financeira para verificar a viabilidade de colocar seu produto nesse(s) site(s).

Na hora de divulgar

Depois de verificar as informações e escolher o lugar para a divulgação, está na hora de cuidar da imagem do produto e da empresa. Primeiramente, antes de anunciar o preço, é necessário fazer pesquisas entre outros anunciantes (de preferência do mesmo marketplace) para ter certeza de que a oferta é realmente atraente. Na divulgação do produto, é essencial a escolha de imagens e descrições atraentes, que também darão certa credibilidade a oferta. A demanda é outro fator importante. Se a divulgação der certo, é possível que aquele produto consiga muitos clientes. Portanto, é importante ter algumas projeções de quantos consumidores aquela oferta vai ter para poder atender a todos os pedidos.   Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o blog da Projetual para mais informações importantes sobre marketing digital. Nossa fan page e canal do Youtube também vão te ajudar a colocar sua empresa no caminho certo. Fique ligado!   Por redação Projetual, com informações de Marketing de Conteúdo.