Você já ouviu falar de busca virtual? Essa tendência está cada vez mais consolidada nos e-commerces, facilitando as buscas dos usuários e tornando suas experiências mais otimizadas.

O que é busca visual?

Busca visual é uma modalidade de pesquisa na internet onde ao invés de você utilizar palavras chaves para pesquisar o que deseja, você pode utilizar imagens, sejam elas screenshots ou fotos tirada pelo próprio usuário.

A tecnologia que torna a busca visual possível é chamada de machine learning, ferramenta que disponibiliza os recursos necessários para os algoritmos do Google e outros buscadores reconhecerem os elementos de uma imagem.

As máquinas vão aprendendo a enxergar variações entre diferentes padrões de informação. Para potencializar isso, o Google faz um cruzamento de dados com sua própria database e possibilita que o computador conecte as peças do quebra-cabeça e identifique o que uma imagem representa e qual é o seu contexto.

Veja também: Conheça as vantagens do provador virtual para e-commerce.

Mas como a busca visual interfere no e-commerce

Ok, agora você já sabe um pouco mais sobre o que é busca virtual, mas essa ferramenta influência em algo seu e-commerce? Sim, e muito!

Você já deve ter percebido que seus consumidores estão mais exigentes a respeito de suas experiências de compra e busca online, saíba que a tendência é ficarem cada vez mais. Além disso, por pura natureza humana, estímulos visuais chamam muito mais nossa atenção.

90% das informações transmitidas para o cérebro são em forma de imagens, que são processadas 60.000 vezes mais rápido que um texto!

Aplicar a busca visual em seu e-commerce significa, portanto, conceder maior facilidade para que clientes encontrem seus produtos. Basta que eles façam uploads de fotos dos itens que têm interesse e as páginas de pesquisa vão indicar opções visualmente similares.

Veja também: Como funciona a experiência de compra para e-commerces.

Como implementar a busca visual em sua estratégia

Atualmente a busca virtual ainda é um projeto de alto investimento, com diversas grandes empresas disputando o domínio desse mercado. O Facebook, por exemplo, já trabalha para otimizar o uso de inteligência artificial em seu marketplace.

Como ainda não é acessível simplesmente criar sua própria ferramenta de busca visual, existem algumas formas para e-commerces se prepararem para essa estratégia, por exemplo, estar em dia com os fatores para rankeamento de imagens do Google:

  • qualidade da imagem e do conteúdo;
  • autoridade do domínio;
  • relevância das informações;
  • autenticidade;
  • localização;
  • contexto em que está inserida.

Não se esqueça, utilize sempre imagens de alta qualidade no seu e-commerce, afinal elas serão o que seus usuários poderão usar para te encontrar. Em seguida, dê uma atenção especial para o formato das imagens e suas legendas. 

Sua imagem deve vir acompanhada de informações detalhadas sobre o produto que ela representa. Assim será mais fácil dela ser incluída nas sugestões de itens relacionados à busca do consumidor. Quanto mais detalhes do produto melhor será o desempenho do algoritmo.

Agora que você entende um pouco mais sobre busca visual, dê uma olhada em nosso outros conteúdos. Continue acessando nosso blog para mais novidades do mundo do e-commerce!