geracaoz

Já sabemos que, quando falamos de marketing digital, perceber as diferenças nos hábitos de consumo entre as gerações é absolutamente essencial.

No e-commerce brasileiro, por exemplo, o uso do mobile para comprar cresce ano após ano. Isso, claro, é impulsionado pela geração cada vez mais jovem de consumidores.

Aqui no blog já falamos sobre como a “geração Z”, que atualmente se reflete nos adolescentes e jovens, deverá ter um espaço cada vez maior nas estratégias das empresas. Estratégias essas que deverão ser mais específicas para atender o que esperam os consumidores da geração Z.

De acordo com a Bloomberg, a partir de 2019, a geração Z será a mais populosa do mundo. Mesmo que os Millennials, geração anterior à Z, será a maior força produtiva e consumidora no mundo dentro de poucos anos, como já falamos aqui, é necessário se atentar para a presença de ambos os grupos.

Hoje, o texto é dedicado a mostrar dicas e estratégias de como conquistar os consumidores da geração Z, que se mostra cada vez mais relevante. Nossas informações partem do The Gen Z Report, relatório feito pela Criteo em países como Brasil, Estados Unidos, França, Alemanha, Japão e Reino Unido.

O que gostam os consumidores da geração Z

A geração Z é dependente dos smartphones e das interações sociais em redes como Facebook, Instagram, Twitter. Estar em contato próximo com o mundo e tudo o que acontece são grandes características suas. Esse fato, claro, precisa ser encarado pelas empresas na hora de pensar a produção de conteúdo e sua apresentação e também a divulgação de produtos e serviços.

No e-commerce brasileiro, como já mostramos aqui, tem crescido o uso de smartphones para compras online. No primeiro semestre de 2018, cerca de 32% de todos os pedidos realizados pela internet foram feitos via mobile. Os consumidores da geração Z, que sempre está conectada, certamente vai continuar contribuindo para este número subir.

Os jovens também adoram os serviços de streaming de vídeo e música, como Netflix, Spotify e Youtube. Segundo o estudo, eles passa, cerca de 23 horas semanais nesses portais. A maior parte do acesso é feito pelo smartphone também.

Os consumidores da geração Z também são omnishoppers, ou seja, aproveitam o marketing omnichannel praticado pelos varejistas. Mesmo assim, as lojas físicas são importantes, porque são usadas como extensão da loja virtual.

Segundo o relatório em questão, os hábitos de consumo dos entrevistados podem ser mapeados da seguinte forma: 34% pesquisam online, mas compram na loja física; 27% veem o produto na loja física e compram de outro varejista no ambiente online; 18% compram online, mas retiram o produdo na loja física ou em um quiosque; 18% veem o item na loja física, mas compram online; 15% veem o produto na loja física e compram mais tarde no site mobile ou no app do varejista.

Por mais que o mundo digital seja a própria vida deles, a geração Z também gosta muito das lojas físicas: 71% dos entrevistados no estudo gosta de comprar em lojas físicas e 80% gosta de visitar e testar novas lojas.

No entanto, sua exigência para com os lugares, ambientes e personalidade de cada marca não deixa de ser exigente. Como já mostramos aqui no blog, a Geração Z gosta de coisas autênticas, de sentir que o que ela consome é diferenciado, contribui para sua própria personalidade. A geração quer ter esse tipo de satisfação das marcas que consome.

Para com as lojas virtuais, os jovens também exigem qualidade e, principalmente, bons layouts. Bem educada digitalmente, consumidores da geração Z não possuem muita paciência com lojas virtuais feias, pouco responsivas, desorganizadas e difíceis de mexer. Ter uma loja virtual eficiente e competitiva, portanto, é requisito essencial.

Segundo o The Gen Z Report, esses são esforços iniciais necessários para conquistar consumidores da geração Z, que logo se tornará a de maior presença no mundo todo.

Para mais dicas e informações sobre o mundo do marketing digital, continue acompanhando o canal da Projetual! Aqui no blog, em nosso canal no Youtube e no Instagram, estamos sempre trazendo notícias relevantes sobre este universo e ensinando você estratégias para melhorar seus resultados.

Até a próxima!