Desempenho do e-commerce no primeiro semestre - Projetual

As expectativas para o desempenho do e-commerce brasileiro neste ano já eram altas antes mesmo do fim do ano passado, como nós mostramos aqui. Segundo o último relatório Webshoppers, que mapeia o comércio eletrônico nacional, devemos confirmar o esperado.

Os resultados do relatório mostram aquilo que a Projetual sempre fala a seus clientes: o desempenho do e-commerce brasileiro não para de mostrar como o comércio digital está ultrapassando o varejo tradicional.

No primeiro semestre de 2018 foram registrados R$23,6 bilhões em vendas, o que significa um crescimento 12,1% em comparação ao montante acumulado no mesmo período em 2017 (21 bilhões).

Como falamos aqui, a expectativa era de que o desempenho do e-commerce brasileiro neste ano crescesse 15%. Vale lembrar que ainda passaremos por períodos extremamente movimentados para o comércio como um todo, como a Black Friday e o Natal, que devem concretizar os números já esperados.

Entendendo o desempenho do e-commerce no 1º semestre

De fato, não estamos indo mal. Segundo o relatório, foram 54,4 milhões de pedido neste primeiro semestre, 8% a mais do que o mesmo período de 2017. O ticket médio atingiu a marca de R$433, um aumento de 3,8%.

As expectativas ainda apontam para crescimentos neste setor. De acordo o E-commerce News, o desempenho do e-commerce brasileiro deve fechar o ano na marca de 4% no aumento do ticket médio, atingindo R$445, e manter os 8% de aumento no volume de vendas.

Ainda de acordo com o E-commerce News, as expectativas para o número de crescimento em nosso comércio eletrônico se alterou: passou de 15% para 12%. No entanto, ainda é um ritmo bastante forte, que reflete a confiança cada vez maior do consumidor neste tipo de comércio.

O relatório Webshoppers trouxe mais um dado que confirma esta confiança: no período analisado, cerca de 27,4 milhões de pessoas fizeram pelo menos uma compra pela internet. Esse dado aponta para um crescimento de 7,6% em comparação ao ano passado.

De fato, o consumidor brasileiro dificilmente reclama do e-commerce local. Já mostramos aqui no blog que, em comparação com o consumidor americano e canadense, por exemplo, os brasileiros estão mais satisfeitos. Além disso, mais deles estão realizando compras via dispositivos móveis, o que também é um dado importante, já que o uso do smartphone para compras já vem crescendo no Brasil há algum tempo.

Segundo o Webshoppers, 32% das compras no e-commerce brasileiro no primeiro semestre do ano foram realizadas via mobile, um crescimento de 7,4%. Foram cerca de 17,4 milhões de pedidos realizados por smartphones, um crescimento de 41% em comparação aos 12,4 milhões de 2017.

O consultor de negócios Pedro Gausti, da Ebit/Nielsen, empresa responsável por realizar o relatório, afirma que o que está impulsionando o crescimento das compras via smartphone é o maior volume de vendas em categorias que não costumam ter um ticket médio alto, como Cosméticos e Moda & Acessórios.

Desempenho do e-commerce no primeiro semestre - Projetual
Perfurmaria e Moda & Acessórios têm impulsionado compras via smartphone. Imagem: Vecteezy.

Devemos esperar que o desempenho do e-commerce brasileiro no resto do ano siga sendo consistente e de acordo com as excelentes expectativas. A Projetual tem acompanhado de perto a criação de diversas lojas virtuais e conferido que, realmente, chegou a era do comércio eletrônico nacional.

Se você e sua empresa estão pensando em criar um canal virtual de vendas, lembre-se de seguir alguns passos extremamente importantes para ter uma loja digital eficiente e competitiva.

E é claro que você sempre poderá contar com a gente, uma agência que trabalha há mais de 15 anos com a garantia de bons resultados para as mais diversas empresas. Até logo! 😉


Por redação Projetual.