Que o facebook é dono do WhatsApp e do Instagram já não é nenhuma novidade para muitos usuários. A novidade agora é que a empresa irá associar de forma clara seu nome nesses dois aplicativos, que passarão a se chamar “Instagram do Facebook” e “WhatsApp do Facebook”.

Essa alteração, que já vem acontecendo aos poucos nas lojas de apps do iOS e Android, devendo chegar a todos os usuários nas próximas semanas.

Apesar da informação ter sido confirmada pela própria rede social, não foram dados muitos detalhes sobre a alteração. A mudança, também, vale apenas para as páginas da App Store e Google Play Store.

Não foram anunciadas alterações no funcionamento dos aplicativos, que por enquanto trabalham de maneira quase independente do Facebook.

Veja também: Porque anunciar no facebook? Saiba as vantagens da publicidade online.

Atualmente você não precisa possuir uma conta no Facebook para acessar o Instagram ou o WhatsApp, apesar de poder sincronizar algumas informações reduzidas, e até mesmo os acessos, entre os aplicativos.

De acordo com o site The Information, os funcionários do WhatsApp e Instagram também foram pegos de surpresa pela mudança, não tendo recebido nenhum tipo de infomação de antemão. De acordo com as fontes, para eles os motivos exatos por trás da alteração são um mistério.

Dessa forma, para os funcionários das duas redes sociais não foram anunciadas nem aplicadas até agora alterações em seu cotidiano de trabalho ou gestão, isso se algo desse tipo for acontecer.

Em resposta oficial, o Facebook afirmou apenas que deseja buscar mais clareza em relação aos produtos e serviços que o pertencem.

Veja também: Fim dos likes no Instagram – quais os impactos na rede social?

Sobre os rumores de uma possível integração de suas plataformas de chat, uma discussão que vem sido trazido na internet de tempos em tempos, a empresa optou por não comentar.

Também não foram mencionadas pela empresa questões relacionadas a diversas investigações antitruste em andamento, incluindo uma que contaria com o insight de um de seus cofundadores, Chris Hughes, um partidário da separação da companhia e da quebra de seu poder no mercado de redes sociais.

Para mais notícias sobre o mundo do e-commerce e mídias sociais continue acessando nosso blog. A Projetual está sempre a frente das novidades.

Com informações de Canaltech.