Os “micro momentos” podem ser um termo novo no seu vocabulário, mas saiba que é fundamental aprender mais sobre eles. Empresas que entendem o comportamento do potencial cliente em cada etapa da jornada de compra estão mais preparadas para suprir as demandas do usuário e consequentemente, ter mais sucesso nas vendas.

Continue lendo esse artigo para saber mais sobre esses micro-momentos!

O que são micro-momentos?

Micro-momentos são os pequenos momentos da jornada de compra do consumidor, normalmente estimulados pelo uso de celulares, que estão diretamente relacionados com suas tomadas de decisões e formação de suas preferências. Os smartphones atualmente nos conectam de maneira ágil, fornecendo informações ilimitadas e imediatismo nas ações.

Dessa forma, fica claro que a forma de consumir virtualmente já não é a mesma que alguns anos atrás. Antigamente a compra era realizada em casa, no desktop. Agora, qualquer hora é hora de comprar, basta você acessar seu celular. O ato de comprar se tornou mais impulsivo e influenciado pelas necessidades do momento.

As etapas de um consumidor, e os diversos micro-momentos que ele absorve ao longo do tempo, contribuem para que ele tome uma determinada ação. Essas etapas podem ser divididas em 4 micro-momentos.

Quais são micro-momentos?

Segundo o Google, os micro-momentos podem ser classificados em:

1. “I want to know” (eu quero conhecer/saber)

Podemos dizer que nessa etapa é onde a pessoa está buscando saber mais sobre. O consumidor irá procurar por informações sobre esse assunto que ouviu em algum lugar, seja para estudo, conhecimento geral ou trabalho. Geralmente, nesse estágio ele ainda não quer comprar ou consumir nada, quer apenas conhecimento ou informação mesmo.

2. “I want to go” (eu quero ir)

Já nesse momento o consumidor deseja ir até algum lugar que tenha o que ele precisa, para isso, recorre ao Google para pesquisar sobre locais próximos, como chegar, horário de funcionamento, entre outros. Nesse tipo de busca, consultas relacionadas a mapas e direções, a pessoa pode buscar diretamente pelo nome de um local, por uma cidade, bairro ou rua.

3. “I want to buy” (eu quero comprar)

Esse é o principal momento para o e-commerce, justamente por ser a etapa na qual os potenciais clientes com intenção de compra estão concentrados. É um tipo de busca relacionada a uma intenção de compra. Geralmente, o usuário pesquisa coisas específicas com intenção de comparar preços e lojas para optar pela compra. Por exemplo: “notebook apple preço” ou ainda “TV led LG”.

4. “I want to do” (eu quero fazer)

No caso do “I want to do”, o usuário tem o desejo de aprender a fazer algo. Nesse momento as pessoas que estão em busca de mais informações sobre determinada atividade irão recorrer, na maioria das vezes, aos vídeos por serem de fácil consumo (pode ser para aprender algo novo, tutorial de “faça você mesmo”, vídeo marketing, entrevistas com profissionais, enfim, existem inúmeras maneiras de se utilizar um vídeo).

Como usar os micro-momentos no Marketing?

Com essas informações, o desafio dos profissionais de comunicação e marketing passa a ser o de encontrar o exato momento em que os consumidores estão mais receptivos às mensagens das marcas. Empresas que querem investir no relacionamento com seus consumidores precisam saber que os micro-momentos são o novo campo de batalha para conquistar os corações, as mentes e a carteira dos clientes.

Primeiro, é importante conhecer muito bem o seu público-alvo, descobrir como é a jornada deles, quais termos eles mais utilizam na hora de realizar a busca e analisar quais as intenções que existem por trás dessas pesquisas.

E, segundo, ao identificar um padrão de comportamento, é possível tirar melhor proveito disso e produzir conteúdo que seja de fato útil para atrair usuários em cada um dos momentos citados.

Agora que você já sabe o que são micro-momentos e a relação deles com os smartphones, não pare por aí, procure a ajuda de profissionais capacitados para estimular o crescimento de sua empresa. A Projetual, possui mais de 15 anos de experiência, converse com a gente e descubra mais possibilidades!

Com informações de ecommercenews.