Otimizar conteúdos com SEO é uma técnica incrível para que o seu artigo seja bem classificado nas páginas de pesquisa do Google. Saiba mais sobre o que é SEO a seguir!

Para te responder “O que é SEO”, primeiro é interessante pensar na seguinte questão: Quando você pesquisa algo no Google, em qual das sugestões você costuma clicar para conferir o que gostaria? Os primeiros resultados ou aqueles com o título mais interessante?

Além disso, é legal entender que os buscadores, como o Google e o Bing, utilizam sistemas que codificam suas páginas e avaliam a sua relevância e visibilidade. Dessa forma, ao fazer uma pesquisa relacionada ao seu mercado, o usuário pode se deparar com o seu site na primeira página de pesquisa!

Neste artigo, discutiremos um pouco mais sobre o que é SEO, mais precisamente na técnica de SEO Writing. Confira um pouco mais nas próximas linhas:

O que é SEO?

SEO é uma coleção de métodos que buscam alcançar as melhores posições das páginas de buscadores, como o Google. Por meio do SEO, você consegue colocar o seu site e aquele seu artigo de blog de sucesso em primeiro lugar na pesquisa do usuário.

Mas, para isso, é preciso uma série de técnicas e bom uso das palavras-chave que se relacionam com o seu nicho e com a sua página. Interessante, não é mesmo?

Agora, focando nos seus artigos de blog, existe também o SEO Writing. E, é sobre ele que nos aprofundaremos a seguir! Continue a leitura com a gente:

O que é SEO Writing?

Antes de começar a te contar sobre as técnicas de SEO Writing, é preciso te dizer uma coisa. O usuário é o principal foco de toda a estratégia.

Sendo assim, o conteúdo que você divulgar em seu blog deve ser interessante o suficiente para que o leitor goste da leitura, sinta que aprendeu algo ou resolveu algum problema. Consegue compreender até aqui?

Legal! Pois uma experiência ruim ao acessar o seu conteúdo pode levar a sua estratégia por água abaixo. O ideal é que você consiga acertar a palavra-chave e a importância daquela informação para o seu público. Agora, vamos então para a parte técnica, para te mostrar exatamente o que é SEO Writing!

Dica SEO #1: Seção de Perguntas e Respostas

Quando o “scanner” do Google passa com seus algoritmos e classificadores de relevância pelas suas páginas, ele procura por informações que se correspondam com a pesquisa que o usuário fez ou tinha a intenção de encontrar.

Se o seu site possuir estas informações já indexadas nas páginas, mais fácil essa pesquisa será para o Search Engine e melhor será a sua posição. Tudo levando em consideração as pesquisas que os usuários fazem em relação ao seu produto ou serviço.

O ponto-chave está em pegar aquelas perguntas mais frequentes dos seus clientes e respondê-las já na sua Home. Além disso, quanto mais visível para os leitores melhor.

Dica SEO #2: Índice de Conteúdos

Seguindo a mesma linha de pensamento da dica anterior, se você já deixar uma coluna de conteúdos prontinha para ser “escaneada” pelo Google e também para um melhor direcionamento da dúvida do leitor, melhor será a sua posição.

A dica aqui é reverter esses conteúdos em um índice e apresentá-los em forma de lista. Se possível, utilize as palavras-chaves do seu nicho.

Dica SEO #3: Perguntas nos subtítulos

Esta dica é para que você mostre para os algoritmos que você tem exatamente a resposta para a pergunta que o usuário está procurando nos buscadores. Dessa forma, os mecanismos te avaliam como uma boa experiência de navegação.

Dica SEO #4: Palavras-chave assertivas

Essa parte do processo é a mais importante para o SEO Writing. Afinal, determinando as melhores palavras-chave, que possuem um alto volume de pesquisa, você garante uma maior oportunidade de que milhares de usuários visitem as suas páginas.

Existem, inclusive, algumas plataformas que podem te ajudar na escolha, como o Google Suggest, Google Trends, Ubersuggest, entre outras, que te dão várias informações sobre o volume de pesquisa da palavra escolhida.

Além disso, a densidade da palavra-chave dentro do texto também interfere no ranqueamento. Por isso, não esqueça de adicioná-las nos seguintes lugares:

  • URL;
  • título;
  • meta description;
  • primeiro parágrafo;
  • no mínimo 1 subtítulo.

Dica SEO #5: Títulos chamativos

Para transformar o seu usuário em um lead que clicou em sua página, ou seja, um cliente em potencial, ele deve ser de alguma forma atraído para a sua página para realizar o clique. É por isso que títulos bem atrativos são superimportantes.

Além disso, os algoritmos do Google classificam melhor aqueles sites que possuem alto volume de cliques orgânicos (feitos sem anúncios). Tecnicamente falando, para uma boa posição na SERP, suas páginas devem ter um ótimo grau do chamado “Click Through Rate”.

Para isso, é preciso:

  • abusar da criatividade;
  • adicionar a palavra-chave principal;
  • usar listas com o elemento numérico no título;
  • trabalhar com gatilhos influenciadores;
  • apresentar uma instrução;
  • despertar a curiosidade no Headline;
  • instigar o senso de urgência;
  • demonstrar autoridade no assunto pesquisado;
  • cumprir a resposta que foi prometida.

Assim, se você caprichar nesse primeiro contato com o público, as chances de o usuário clicar no seu artigo aumentam exponencialmente.

Dica SEO #6: Construa Hierarquias no Texto

Para um artigo de sucesso, que utiliza das boas práticas de SEO, é preciso estruturá-lo de forma organizada.

Basicamente, trata-se de um esqueleto que o conteúdo pode seguir para que seja melhor ranqueado. E, dessa forma, a indexação facilita o trabalho dos mecanismos de pesquisa e te coloca em melhores posições.

Perceba como tudo isso é feito:

  • H1: título;
  • H2: subtítulos ou tópicos principais;
  • H3: subtópicos secundários.
  • H4: até aqui já é suficiente para uma boa posição.

Dica SEO #7: Parágrafos curtos

Quando você escreve bem e a leitura acontece de forma fluida para o usuário, mais tempo ele permanecerá na sua página. Esse é o sonho de todo redator para web!

Aos olhos dos mecanismos, isso também quer dizer que você consegue fielmente responder a pergunta que o usuário digitou na pesquisa. Contudo, para que o usuário goste de ler o seu conteúdo, existem algumas artimanhas.

Uma delas é que o parágrafo seja curto o suficiente para que as informações sejam inteligíveis. Duas frases já são ótimas para um parágrafo completo e conciso.

Isso ajuda a manter o pensamento focado e te garante mais tempo de navegação. Ainda mais se você souber destacar informações relevantes com os negritos, listas e bullet points.

Dica SEO #8: Tags

As meta tags são formas de facilitar a leitura dos mecanismos de pesquisa, como espécies de pistas. Para o SEO Writing, as técnicas mais importantes são:

  • usar a palavra-chave primária na tag de cabeçalho;
  • usar tags com no máximo 70 caracteres;
  • usar uma tag de título não utilizada anteriormente em suas páginas;
  • criar um texto altamente chamativo na meta description com 160 caracteres e com a palavra-chave;
  • tags separadas por vírgulas;
  • usar textos alternativos nas imagens, incluindo a palavra-chave e com até 125 caracteres.

Dica SEO #9 Backlinks

Uma das estratégias de SEO Writing é o bom uso de backlinks. Isso quer dizer que se você oferece ao usuário um conteúdo realmente interessante e valioso, você provavelmente indicará alguma leitura extra ou indicará alguma instituição que realizou uma pesquisa interessante sobre o assunto, etc.

Dessa forma, com o seu conteúdo totalmente SEO friendly, os mecanismos acreditam que sua página é confiável. Por isso, linkar seu texto com uma página externa com alto volume de dados estatísticos gera uma boa relevância para o seu site e não pode ser esquecido.

Ah! Não esqueça também de trazer links internos dos conteúdos que você já publicou e de formatá-los para abrir em nova aba. 😉

Dica #10: Atualize seu conteúdo

Avaliar os resultados dos seus artigos, como em todos os processos de Marketing Digital, é imprescindível para o SEO Writing. Por isso, sempre atualize aquele conteúdo que precisa de um melhor resultado. Com esse objetivo, você pode:

  • rever as palavras-chave;
  • incluir novas palavras secundárias;
  • refazer o link building;
  • criar uma nova meta description, etc.

Não esqueça de reindexar a página para acelerar o processo de escaneabilidade dos algoritmos. Agora, quanto à avaliação e mensuração dos seus resultados, é importante perceber:

  • taxa de cliques;
  • taxa de conversão;
  • tráfego orgânico;
  • alcance das features snippets;
  • backlinks;
  • posição nas páginas de pesquisa;
  • tempo de permanência;
  • autoridade da página;
  • volume de alcance orgânico da palavra-chave;
  • taxa de visualização/sessão.

Entretanto, apenas saber as técnicas de SEO não é suficiente para fazer com que seu usuário confie no seu trabalho e decida investir em seu produto/serviço através do seu artigo de blog. Para isso, é preciso contar com a ajuda de redatores experientes em produção de conteúdo para Web, com muita persuasão estratégica por meio das palavras.

Para mais informações sobre produção de conteúdo para a internet, conte com a nossa equipe especializada em marketing digital! Entre em contato agora mesmo, clicando aqui!