O termo webinar se popularizou nos últimos anos e vem sendo utilizado como ferramenta para diversos objetivos profissionais

É possível que você já tenha participado de um webinar sem ao mesmo ter se dado conta disso. Afinal, este termo está na moda nos últimos tempos e se tornou muito popular na esfera online. Mas você sabe do que se trata?

Webinar nada mais é do que uma espécie de seminário online, geralmente transmitido ao vivo e com abordagem a um tema específico. É como se fosse uma palestra, mas que você acompanha através de uma plataforma de vídeo. É um formato relativamente barato de ser feito e muito eficaz, porque não exige do público um “incômodo” com deslocamento para o local do seminário, por exemplo.

Para webinars ao vivo a vantagem é ainda maior, porque trata-se de um conteúdo que provavelmente não sofrerá atrasos para acontecer. A ferramenta se mostra uma boa maneira de engajar especialistas de empresas ocupados, que não possuem tempo disponível para escreverem em blogs ou produzir outro conteúdo mais denso. O conteúdo também pode servir de gancho para reaproveitamento em outros formatos, podendo dar origem a e-books, posts no blog, infográficos, podcasts etc.

Além disso, o webinar pode ser usado para propósitos diferentes. Atrair e gerar Leads através da abordagem de um tema amplo; avançar os Leads no funil de vendas abordando um tema mais avançado; demonstração ao vivo de produtos disponíveis para compra; fortalecer o relacionamento com os clientes através da entrega de conteúdos de valor e assim por diante.

             Imagem: Divulgação Projetual – Webinar sobre Marketing de Influência para a Escola de E-commerce

Como criar um bom webinar

Antes da transmissão

A definição do tema com antecedência é um dos pontos mais importantes e que mais garantem o sucesso do webinar. É necessário avaliar o objetivo da sua empresa através da ação, para definir o público que você quer atingir e quais os resultados esperados com aquela palestra online.

A definição da data em que irá acontecer a transmissão, no caso de webinars ao vivo, também é de extrema importância. Considerar a proximidade com feriados ou eventos importantes que possam competir e dispersar sua audiência é fundamental.

Uma landing page precisa ser criada com antecedência também, para garantir aos clientes e espectadores em potencial que eles possam se inscrever no evento e saibam maiores novidades através do cadastro do endereço de e-mail ou disponibilização de informações nesta página. O bônus desenvolvendo a LP é que você angaria leads e tem uma ideia de quantas pessoas irão participar.

Quando os e-mails já estiverem cadastrados no seu banco de dados (através da LP) é importante criar um e-mail de convite para o webinar divulgando todos os detalhes do evento e o link para acesso ao conteúdo no dia e horário marcados. Essa mesma divulgação deve ser feita nas redes sociais para que o público geral fique sabendo da palestra. Essa também é a hora de preparar os anúncios pagos, se houver verba para isso. Boas opções são o Google Ads, o Facebook Ads e o LinkedIn Ads – esse especialmente se o público for B2B.

 

Durante e depois da transmissão

No dia do webinar a internet precisa ser constantemente testada para que não haja o risco de a transmissão ser interrompida ou ficar instável. No dia do evento você deve enviar um novo e-mail de lembrete, mais uma vez contendo o link em que será transmitida a palestra.

Depois do webinar, por fim, é importante enviar um e-mail final com o link permanente do vídeo hospedado em alguma plataforma, como o YouTube, e também um link para os slides utilizados na apresentação (caso o recurso tenha sido utilizado). Fazer uma pesquisa posterior também é interessante para saber o que o público achou e melhorias poderem ser feitas para as próximas transmissões!

Fique ligado no blog da Projetual para mais novidades e dicas acerca do ambiente digital. E, como o tema de hoje envolve vídeos, lembre também de se inscrever em nosso Canal (https://youtube.com/projetualcomunicacao)! 😉