O encantamento do cliente é uma das etapas mais importantes do inbound marketing

O inbound marketing tem diversas etapas primordiais para fazer o seu negócio dar certo. O modelo é conhecido por ser um dos mais eficientes atualmente no que diz respeito à conversão de leads e clientes, por isso é importante entende-lo. As quatro etapas que o contemplam são: atrair, converter, vender e, por fim, encantar.

Para atrair um cliente é necessário um tráfego qualificado em seus canais digitais, portanto tornar estranhos que visitam seu site em visitantes regulares – e é possível conseguir isso através de um conteúdo relevante. Para converter é necessário visar o visitando como potencial futuro cliente. Para vender, é preciso nutrir esses leads com conteúdos que sejam importantes para eles conhecerem sua marca e, com isso, perceberem por que precisam do produto ofertado por você.

Por fim, temos o encantamento! A forma como você deve lidar com o seu lead ou cliente não deve acabar com a compra! Pelo contrário: é a partir dessa etapa que começa uma jornada pela busca de tornar ele um protetor da marca, fazendo com que atraia mais clientes.

O princípio do encantamento parte do ponto de que cada cliente merece um atendimento diferenciado e único para que se sinta exatamente dessa maneira.

Disponibilidade

Mostrar-se disponível para uma conversa é o primeiro ponto. Ao deixar transparecer essa disponibilidade você demonstra ao cliente estar aberto para que os laços sejam estreitados. Para isso, é importante que essa vontade apareça em diversas páginas dos canais digitais. Não ter apenas um link de contato no final da página ou algo assim, porque isso não demonstra a troca desejada. É quase como um “se você estiver interessado, me mande algo, porque eu não estou”.

Os clientes precisam se sentir a vontade para realizar esse contato, e se eles não encontrarem uma maneira fácil de a realizar eles não a farão.

Abertura

Conversar com o cliente e entrar em contato com ele não significa apenas tentar uma venda. É construir um relacionamento, que deve partir desde o primeiro contato até o pós-venda. Nem sempre um cliente estará interessado em seu produto quando souber dele, isso devido a diversos motivos. Um deles é o preço.

Quando o preço é mais elevado do que outras opções no mercado o seu produto não chamará atenção do lead em primeira. Se o seu custo está ligado a qualidade ofertada, é preciso construir um relacionamento de confiança para que o cliente em potencial confie na oferta.

No início do contato é importante falar bem menos do que ouvir, entender os problemas do cliente e ajudá-lo da melhor maneira possível. Não construa apenas uma venda!

Persuasão

Após criar todas as bases para um bom relacionamento, finalmente é hora de mostrar ao cliente as possibilidades que o seu produto oferece, portanto, como ele pode resolver o problema que ele tem em sua vida pessoal ou coorporativa. É a hora de vender o peixe, usar técnicas de persuasão e converter clientes em admiradores.

A palavra persuasão comumente vem ligada a um sentimento negativo de enganação – que não é o caso aqui! Persuadir o cliente é mostra-lo como o seu produto pode melhorar a sua vida de alguma forma.

 

Para encantar um cliente é preciso conhecê-lo, entender quais são as suas necessidades, desejos e emoções e notar um padrão de estereótipo para coordenar as ações da marca a favor deles. Enxergar as coisas de um ponto de vista próprio do cliente em potencial é essencial.

Continue acompanhando o blog da Projetual para mais dicas sobre como trabalhar todas as etapas do inbound marketing e outras técnicas de e-commerce e marketing digital!