Se 2018 ainda nem acabou e você já está preocupado com o planejamento estratégico de marketing do próximo ano, saiba que você está certo. As grandes ações e estratégias de sucesso criadas pelas marcas nascem de um planejamento prévio.

Quando falamos da importância dessas atitudes, alguns gestores acreditam que elas se referem apenas ao fato de pensar no que será feito no próximo ano. Porém, essas medidas devem levar em consideração uma série de fatores, como as tendências do próximo ano, os orçamentos disponíveis, as metas de curto e longo prazo e os canais escolhidos. 

Pensando nisso, neste post trazemos as tendências de 2019 no marketing e como se planejar para criar ações de sucesso. Confira!

Tendências de 2019

As mudanças e as transformações no marketing digital acontecem a todo tempo, de modo que sempre surge uma nova técnica ou tecnologia. Por isso, é importante ficar de olho nas novidades do mercado, bem como na reação do público. É a partir dessa análise que as possíveis tendências serão consolidadas. Veja as principais. 

Integração das mídias

O usuário está sempre em busca de facilidades, seja para comprar ou para realizar buscas na internet. Por isso, possuir aplicativos e sistemas de integração de mídias é muito importante.

Ao preencher um cadastro no Facebook, por exemplo, o usuário deseja que aqueles dados fiquem salvos e sejam úteis para o acesso de outros serviços, baseados naquela autenticação. Essas integrações diminuem o tempo gasto pelo usuário e otimizam a experiência do público-alvo. 

Personalização por meio de dados

A personalização por meio de dados é outra tendência que veio para ficar. Com tantas ofertas e produtos disponíveis, sobressaem marcas que conseguem criar uma comunicação personalizada e alinhada com as expectativas da persona e com a jornada de compras.

A pesquisa realizada pela Adobe mostrou que 80% dos usuários esperam uma experiência personalizada. Por esse motivo, segmentar é tão importante. Coletar dados em redes sociais, landing pages, cadastros de sites e organizá-los em planilhas é crucial para entender os hábitos dos clientes e o que eles esperam de uma empresa.

Assim, o produto certo será oferecido à persona, no momento certo, aumentando as vendas e fidelizando consumidores.

Campanhas com microinfluenciadores

As campanhas com influenciadores ganharam destaque nos últimos anos. Mas, para 2019, as campanhas com microinfluenciadores têm ganhado mais importância.

Com o excesso de conteúdo diário, os grandes influenciadores perderam uma boa parte da audiência e do engajamento que possuíam. Muitas vezes, um influenciador sugere de 5 a 10 marcas, por dia, em suas redes sociais e os seguidores começam a pensar se realmente vale a pena comprar cada uma delas. 

Na contramão do excesso, surgem os microinfluenciadores. Mesmo possuindo um público pequeno, entre 5 a 10 mil seguidores, o envolvimento e as dicas dadas por eles são reais. O microinfluenciador engaja com a audiência, responde dúvidas e comentários e produz críticas mais sinceras e menos sensacionalistas sobre um produto.

Inteligência artificial 

A inteligência artificial surgiu para automatizar e facilitar processos robóticos. Com isso, o marketing digital também se beneficiou com os chatbots, a análise profunda de dados e as tendências de personalizações mais sofisticadas.

Em 2019, o uso desses recursos será intensificado, ajudando a melhorar as estratégias de segmentação do público, o fluxo de trabalho, a realização de testes e a otimização do tempo de entrega de soluções. 

Marketing de vídeo 

Já é perceptível como os conteúdos de vídeo tornaram-se importantes para o marketing. O YouTube era o grande detentor dessa tecnologia, porém, com o aumento do consumo desse tipo de conteúdo, o Facebook e o Instagram têm adaptado suas plataformas, para se adequarem a essa nova realidade.

Em 2019, os usuários optarão por vídeos com conteúdos originais, criativos e que contem histórias. Além disso, as marcas precisam sair do meio comum e inseri-los em conteúdos diversos, como landing pages e e-mail marketing.

Planejamento estratégico de marketing

Para colocar todas essas tendências em prática, é preciso muita organização. O plano de marketing é o documento de uma empresa que vai organizar e planejar ações buscando alcançar objetivos pontuais.

O planejamento anual deve ser completo, discorrendo sobre vários pontos. Mas é possível criar planejamentos menores, que foquem em um produto específico ou uma marca especial. 

Veja, a seguir, quais itens não devem faltar no seu plano de gestão.

Orçamentos

A parte de finanças é uma área que causa muita dor de cabeça para os empresários. Por isso, em alguns casos, o setor de marketing acaba negligenciando esse item e não o coloca em seu planejamento. No entanto, pensá-lo com antecedência é o que faz com que as ações sejam bem-sucedidas.

Controle e mensure receitas, saídas e gastos. Isso inclui pensar sobre quais ações de divulgação acontecerão ao longo do ano e o orçamento para campanhas nas redes sociais e seus anúncios, criação de novos produtos ou embalagens, treinamentos de equipe, workshops e realização de eventos.

Mesmo com as projeções financeiras, algumas ações podem não ser realizadas ao longo do ano, contudo, o planejamento possibilitará que atividades sejam remanejadas ou cortadas da agenda. 

Públicos a atingir 

Somente conhecendo o público-alvo e a persona é possível criar um planejamento efetivo. Por isso, antes de pensar em propor ações, é preciso conhecer a persona da empresa e seus hábitos.

Conhecer a jornada de compra e analisar o mercado em que a empresa está inserida ajudará a entender as necessidades do cliente. Assim, será mais fácil criar ações e segmentações que farão com que o público certo seja impactado pela ação programada. 

Canais escolhidos

Definir os canais que serão utilizados no próximo ano também é uma importante etapa do planejamento. É preciso avaliar quais terão mais capilaridade na internet, ao mesmo tempo em que analisa os hábitos do seu público em particular.

Por exemplo, se for constatado que a persona da marca engaja bem com vídeos, é interessante investir em criação, produção e edição desse tipo de conteúdo. 

Metas e objetivos

As metas e os objetivos devem ser criados para guiar a equipe pelas ações propostas. A partir daí as ações e as estratégias serão definidas, bem como o modo que elas serão conquistadas.

É importante propor metas realistas, de forma que elas possam ser atingidas, contribuindo para o crescimento da empresa e dos funcionários. O plano também deve conter quais as principais estratégias que serão escolhidas como marketing de guerrilha, inbound ou outbound marketing. 

Agências especializadas 

Se você chegou até aqui, já percebeu a importância de se organizar e de estar atento às novidades. Mas, infelizmente, essas características não são suficientes para obter o sucesso. Nesse caso, contar com a ajuda de uma agência especializada de marketing pode ser essencial.

A experiência é muito importante na criação de um planejamento estratégico de marketing, e a agência pode fazer isso com mais facilidade e expertise. Ao terceirizar esse tipo de demanda, você estará ciente de que o seu plano será completo e realista. 

Portanto, se você está em busca de melhorias para 2019, entre em contato conosco! Temos dicas preciosas para fazer um planejamento alinhado às suas expectativas.