Geomarketing - Projetual

O geomarketing é um conceito aplicado ao marketing que possibilita, por meio de um mapeamento de região, com que empresas sejam capazes de conhecer melhor o local onde estão inseridas e qual público tem maior afinidade com o negócio.

Essa estratégia era usada comumente por grandes empresas que buscavam traçar locais de atuação e focar as suas vendas em determinadas regiões. Porém, com o crescimento do acesso à internet e com o uso dos celulares, tornou-se possível que pequenas e médias empresas também utilizassem esse mecanismo com ajuda do marketing digital.

Veja, no post de hoje, o que é o geomarketing e como aplicá-lo em sua estratégia regional.

O que é geomarketing?

O marketing trabalha com diversos conceitos para definir o público de um negócio. Cada método utilizado tem uma finalidade, por isso é necessário identificar qual o mais indicado para cada ação.

O geomarketing busca segmentar o seu público geograficamente. É uma forma de determinar perfis específicos de consumidores baseados em regiões e comportamentos.
O objetivo dessa metodologia é otimizar os recursos de uma empresa e aproximá-la do mercado.

Quando pensamos em vendas online, sabemos que os compradores estão na internet. Dessa forma, é necessário criar ações para atraí-los ao seu site. E quando os compradores estão em uma cidade como São Paulo? Como atraí-los até a sua loja física?

Geomarketing no mercado offline

O conceito de geomarketing surgiu no mercado offline e depois se expandiu para o meio online. Inicialmente, ele descrevia estratégias de empresas que analisavam e pesquisavam as características do público de uma região ou cidade, para assim, determinar o lançamento de uma nova loja ou produto e quais as áreas mais promissoras para determinado segmento.

Essa tarefa demanda tempo e investimento. Por isso, é algo feito principalmente por empresas de abrangência nacional. A Nestlé e a Coca-Cola, por exemplo, utilizam essa técnica para saber quais áreas do país têm maior aceitação de produtos específicos. Um exemplo de produto regional é o Guaraná Jesus, normalmente encontrado apenas no norte e nordeste do país.

O grupo Pão de Açúcar busca por meio do geomarketing identificar características dos consumidores que vão até as suas lojas. São consumidores que buscam qualidade, atendimento diferenciado e inovação, mostrando que estão dispostos a gastar mais e consumir produtos de valores maiores.

Geomarketing no mercado online

Com o avanço da tecnologia foi possível trazer o conceito de geomarketing para o ambiente online. Os computadores possuem endereços IP que possibilitam identificar de onde o usuário está acessando a internet. Além disso, usuários de dispositivos móveis possuem GPS no celular e, ao permitir o uso dele por vários aplicativos, é possível saber suas preferências e personalizar promoções.

Por exemplo, se você é um usuário que tem o costume de sair todos os finais de semana, postar fotos na internet, fazer check-in nas festas e usar hashtags com localização, saiba que as plataformas armazenam todos esses dados. Com um tempo você começará a receber anúncios de festas, bebidas e promoções de estabelecimentos que você costuma frequentar.

O geomarketing é uma estratégia de marketing que engloba o big data e a inteligência sobre localização, possibilitando a otimização de campanhas e personalização de conteúdos para o consumidor certo no local certo.

Como usar o geomarketing

Conheça algumas estratégias para utilizar no seu negócio:

Geotargeting

O geotargeting é uma das formas mais utilizadas nas estratégias de marketing. Ela possibilita a segmentação de usuários de acordo com as suas localizações. O Google AdWords e o Facebook Ads disponibilizam essas funcionalidades nos gerenciadores de anúncios.

O Facebook oferece mais opções além da localização estática do usuário. Ele possibilita escolher entre: todos nesta localização, pessoas que moram nesta localização, pessoas nesta localização recentemente e pessoas visitando esta localização.

Essa funcionalidade é importante porque restringe ou abrange áreas de atuação de uma empresa. Se uma loja vende apenas em uma cidade e região, não há motivos para anunciar para o país inteiro. Você não terá como atender possíveis demandas em outros locais e gastará verba de anúncios com um público não segmentado.

Check-ins e Geotagging

Essas duas formas de utilizar o geomarketing incentivam a mídia espontânea de uma marca. O check-in é um recurso em que os usuários publicam a sua localização nas redes sociais. É uma estratégia importante e que pode ser usada em troca de um benefício para o usuário. Algumas empresas oferecem descontos, ofertas ou acesso gratuito à internet mediante o check-in do estabelecimento.

O geotagging é a marcação da localização do usuário em uma publicação, seja no Facebook ou Instagram. Eles são usados principalmente quando as pessoas estão viajando ou conhecendo lugares. A mídia espontânea desperta a vontade em outros usuários para também estarem naquele local. Por isso, mantenha as suas redes sociais atualizadas e com os endereços corretos.

Site personalizado

É possível habilitar no site uma aba que pergunte ao usuário qual a localização dele. Essa é mais uma forma de fazer o geomarketing. A funcionalidade faz com que o conteúdo seja mais personalizado e, consequentemente, mais assertivo.

Por exemplo, você quer saber quais as aulas disponíveis em uma academia na região em que você mora. Com a personalização por bairro é possível ver quais as academias estão mais perto de você e quais os horários disponíveis.

Além disso, essa personalização permite identificar a nacionalidade do usuário e possibilita a mudança de língua, caso o site tenha outras opções como o inglês e o espanhol.

Geofencing

Essa estratégia permite que o usuário receba conteúdo em tempo real, conforme os locais captados pelo GPS. As empresas captam o sinal do GPS do usuário e enviam para ele promoções via SMS, anúncios patrocinados ou e-mail de ofertas exclusivas daquele local ou daquele momento. Um dos precursores dessa funcionalidade é o Google. Usuários recebem atualizações do trânsito ou sugestões de bares e restaurantes próximos às suas localizações.

Antigamente as lojas físicas se preocupavam apenas com a localização dos seus negócios. O mercado já percebeu a importância da localização dos seus usuários e está buscando estratégias para chegar até eles.

Agora, que você já sabe um pouco mais sobre as estratégias do geomarketing, conheça as tendências do marketing digital para 2018 e veja quais as melhores estratégias para sua empresa.