Em tempos de cancelamento, tudo o que se diz e como se diz precisa de muita cautela, por isso, neste artigo preparamos um conteúdo para te dar dicas para fazer a gestão de crise do seu negócio. Você sabe como as redes sociais podem te ajudar neste processo? Vem com a gente! 

Como funciona a Cultura do Cancelamento? 

De forma simples e resumida, com o cancelamento, a internet passou a usar a liberdade de expressão e a rápida repercussão das informações para promover ataques virtuais e isso gera uma falsa militância. 

No julgamento dos internautas, o réu, poucas vezes, têm direito à defesa. E é justamente, por isso, que o cancelamento é tão temido por pessoas públicas e empresas. Um erro pode destruir a imagem de uma organização (permanentemente ou não).  

Leia também: Empresas na era do cancelamento: como seu negócio pode manter uma boa imagem? 

Cancelar ou não cancelar? O que os usuários consideram importante neste processo 

Algo que chama atenção é o seguinte: até mesmo as pessoas que costumam enxergar os dois lados de uma situação tem grandes dificuldades em defender uma organização ou pessoa pública quando elas erram.  

Isso ocorre por um simples motivo: se o internauta decidir não cancelar uma empresa, ele pode ser acusado de “passar pano” para a atitude considerada errada pelo público. E, com isso, ele pode ser cancelado junto com a empresa ou pessoa pública.  

É justamente, por isso, que empresas e organizações podem ser canceladas e descanceladas de maneira rápida, pois muitos usuários que entendiam as motivações da organização ou da pessoa pública se omitem. 

Daí quando outros usuários e organizações começam a defendê-la, essas pessoas começam a se posicionar também. É aquele famoso efeito manada.  

Como reverter o cancelamento? 

Reverter o cancelamento nem sempre é uma tarefa fácil. Muitas vezes, é impossível. Portanto, se seu negócio for cancelado, você vai precisar analisar com cautela, o que você pode fazer para reverter essa situação.   

Seu discurso deve estar alinhado com suas ações. Nada de dizer uma coisa e fazer outra, hein! Se sua empresa cometer um erro, mostre aos públicos que você não vai cometer o mesmo erro. Humanize a sua marca, assuma a culpa e, claro, use todos os seus canais digitais para conversar com os públicos.  

Gestão de crise do seu negócio: use as redes sociais como suporte 

Errar, todo mundo erra. O cancelamento nem sempre é permanente. A partir de um trabalho de gestão de crise de imagem é possível renovar a imagem da marca. Então, o que você deve fazer é um planejamento, junto com uma equipe de social media, focado em gerir a crise. 

A ideia é produzir conteúdos em que sua marca assuma os erros e que se mostra disposta a repará-los. Além disso, é de extrema importância que a marca escute as dores dos usuários e traga respostas para os questionamentos levantados. Para fazer a gestão de crise do seu negócio é preciso sair da defensiva e dar, de fato, a cara a tapa.  

Quer ler mais conteúdos como este? Fique de olho neste blog, toda semana tem conteúdo novo para você. Ficou com alguma dúvida, entre em contato com a nossa equipe. Temos um time de profissionais para te apoiar no que você precisar.